Tagscript

Utilizando o OcsLogon

Olá pessoal, venho hoje com mais um post sobre o OCS Inventory. Hoje irei criar um script que irá executar o “OcsLogon.exe” passando os parâmetros apropriados à ele. O pacote “OcsLogon.exe” vem acompanhado do pacote OCS Inventory NG Agent quando feito download.

Por padrão o OcsLogon na hora que executado irá primeiramente checar se o OCS Inventory NG Agent está instalado, caso não esteja, ele irá buscar o OCS Inventory NG Agent no Communication Server utilizando a URL “http://ocsinventory-ng/ocsinventory”. Seguem abaixo alguns parâmetros aceitos pelo OcsLogon.

– /PACKAGER instala o “ocspackage.exe” (veja neste post como criar um “ocspackage.exe”) através do servidor especificado em “/SERVER”; caso o usuário não tenha privilégios de administrador na máquina;

– /GPO informa no script que o arquivo a ser instalado deverá ser baixado no mesmo diretório que está o “OcsLogon.exe”, esta opção deverá er utilizada em caso de uso de GPO, para o OcsLogon não buscar o instalador do agente no Communication Server (não iremos utilizar neste post);

– /URL=http[s]://ip-do-servidor:porta/caminho-do-arquivo-para-download.exe informa no script que o arquivo a ser instalado está na URL informada, diferente do padrão no Communication Server.

– /DEPLOY=a.b.c.d garante que a versão do agente informada será instalada na máquina, só funcionará se para atualização de versões anteriores à informada;

– /FORCE força a reinstalação do agente, mesmo se existir uma versão mais atual que a  utilizada;

– /TIMEOUT=x modificar o timeout padrão que é 60 segundos, deverá ser informado o valor em millissegundos;

– /UNINSTALL desinstala o agente ao invés de instalar;

Também podem ser inseridos parâmetros para a instalação do agente:

– /SERVER=http[s]:/ip-do-servidor:porta/ocsinventory, para utilizar uma diferente URL para connectar ao OCS Inventory NG Communication Server.

– /NO_SERVICE não registra o OCS Inventory NG Agent no gerenciador de serviços do Windows. O agente somente será executado ao executar o script do ocs, e não através do serviço do Windows;

– /EDITLOG exibir logs gerados do OcsLogon através de utilização de /DEBUG. Esse parâmetro somente funciona com script do ocs ou GPO.

Nota: O OcsLogon.exe sempre cria um arquivo de log “OcsLogon.log” em uma pasta temporária, geralmente em “C:\Documents and Settings\User Profile\Local settings\Temp” ou “C:\Users\User Profile\AppData\Local\Temp”.

Utilizando o script ocs:

– Copie o arquivo “OcsLogon.exe” para uma pasta compartilhada na rede, recomendo na pasta “netlogon”, pois a mesma terá acesso de leitura para todos seus usuários do domínio.

– Vamos criar um arquivo “ocs.bat” e através do bloco de notas inserir o local do compartilhamento com o arquivo “OcsLogon.exe” e seus parâmetros.

\\servidor-de-arquivos\compartilhamento\OcsLogon.exe /PACKAGER /SERVER=http://ip-do-servidor/ocsinventory

No caso acima, somente estou utilizando o parâmetro /PACKAGER (para informar que irei utilizar o ocspackage.exe e não um agente padrão) e o /SERVER seguido do caminho do Communication server.

Recomendo que o script “ocs.bat” seja salvo na pasta “netlogon” (também poderá ser adicionada somente a linha do script ocs.bat em um script de logon já existente, caso não necessite utilizar um novo script) para ser mapeado para todos o usuários e por fim quando os usuários realizarem novos logons, o OCS Inventory NG Agent será instalado ou executado conforme os parâmetros inseridos.

Script de Inicialização do Samba4

Olá pessoal, como prometido na postagem anterior, estou disponibilizando aqui um script que vai facilitar a vida do administrador samba. O procedimento a seguir foi realizado em uma estação CentOS 6.7, então esta dica é para sistemas derivados do Red Hat Enterprise Linux. O script abaixo deverá ser salvo por padrão em /etc/rc.d/init.d e criado um link para o caminho referente ao nível de execução de seu servidor.

Iremos criar o arquivo do script.

# vim /etc/rc.d/init.d/samba4

Dentro do arquivo, iremos colar o conteúdo abaixo:

#!/bin/bash
#
# samba4        This shell script takes care of starting and stopping
#               samba4 daemons.
#
# chkconfig: - 58 74
# description: Samba 4.0 will be the next version of the Samba suite
# and incorporates all the technology found in both the Samba4 alpha
# series and the stable 3.x series. The primary additional features
# over Samba 3.6 are support for the Active Directory logon protocols
# used by Windows 2000 and above.

### BEGIN INIT INFO
# Provides: samba4
# Required-Start: $network $local_fs $remote_fs
# Required-Stop: $network $local_fs $remote_fs
# Should-Start: $syslog $named
# Should-Stop: $syslog $named
# Short-Description: start and stop samba4
# Description: Samba 4.0 will be the next version of the Samba suite
# and incorporates all the technology found in both the Samba4 alpha
# series and the stable 3.x series. The primary additional features
# over Samba 3.6 are support for the Active Directory logon protocols
# used by Windows 2000 and above.
### END INIT INFO

# Source function library.
. /etc/init.d/functions


# Source networking configuration.
. /etc/sysconfig/network


prog=samba
prog_dir=/usr/local/samba/sbin/
lockfile=/var/lock/subsys/$prog


start() {
        [ "$NETWORKING" = "no" ] && exit 1
#       [ -x /usr/sbin/ntpd ] || exit 5

                # Start daemons.
                echo -n $"Starting samba4: "
                daemon $prog_dir/$prog -D
        RETVAL=$?
                echo
        [ $RETVAL -eq 0 ] && touch $lockfile
        return $RETVAL
}


stop() {
        [ "$EUID" != "0" ] && exit 4
                echo -n $"Shutting down samba4: "
        killproc $prog_dir/$prog
        RETVAL=$?
                echo
        [ $RETVAL -eq 0 ] && rm -f $lockfile
        return $RETVAL
}


# See how we were called.
case "$1" in
start)
        start
        ;;
stop)
        stop
        ;;
status)
        status $prog
        ;;
restart)
        stop
        start
        ;;
reload)
        echo "Not implemented yet."
        exit 3
        ;;
*)
        echo $"Usage: $0 {start|stop|status|restart|reload}"
        exit 2
esac

Vamos dar permissão para execução ao script criado

# chmod +x /etc/rc.d/init.d/samba4

Feito isso, salvaremos o arquivo e iremos criar um link simbolico no local referente ao nível de execução de seu servidor. No meu caso, utilizo o N3

# ln -s /etc/rc.d/init.d/samba4 /etc/rc3.d/S80samba4

Para iniciar o samba com nosso novo script poderemos executar o comando abaixo:

# /etc/rc.d/init.d/samba4 start

O script poderá ser utilizado com as seguintes opções:

start|stop|status|restart|reload

Pronto. Feito isso, de uma forma bem simples teremos o nosso script rodando tranquilo.

Fonte
Samba Wiki

© 2018 Blog do Vieira

Theme by Anders NorénUp ↑